Continuamos a gostar delas. E admitimos.

17:45

Em polipropileno. Com ou sem braços, com pés em madeira, metal ou de balanço. Inúmeras cores e feitios. Estou a falar de quê? Obviamente, nas cadeiras inspiradas no design original de Charles e Ray Eames. 

 
"São modas que vieram para ficar." - uma frase que posso usar na perfeição para descrever estas cadeiras. Muitas vezes oiço "Ah e tal porque agora é moda...", com uma conotação negativa, no entanto, não concordo com esta conotação. Se a coisa é gira, não perde a "gireza" por ser moda, certo?! Até é melhor, porque assim é comercializada em mais sítios e as promoções são maiores. 

Eu cá adoro um belo de um desconto. 


Uma, duas, quatro, as que quisermos, conforme o objectivo das mesmas. Por exemplo, para espaços de refeição relativamente pequenos, sugiro as cadeiras sem braços, pois são mais esguias e em torno de uma mesa apresentam "espaço para respirar" entre estas, visualmente, fica mais agradável. Se o objectivo for meramente decorativo, que tal, apostar numa cor viva para alegrar o espaço? E pode ser também um apontamento decorativo e de utilização no quarto do bebé (eu tenho uma de balanço e uso para embalar o meu bebé), ou então, para tornar o escritório numa zona mais design e inspiracional, pois nada como trabalhar num sítio bonito.


Mil e uma, são as possíveis combinações com estas cadeiras. Deixo aqui algumas imagens para se inspirarem, assim como eu! Relativamente a bons preços, encontrei AQUI.


Desejo a todos, continuação de uma óptima semana (com mais ou menos chuva)!!!

You Might Also Like

0 comentários